Você é um Bom Gestor para sua Agência de Publicidade?

Você é um Bom Gestor para sua Agência de Publicidade?

Você é um Bom Gestor para sua  Agência de Publicidade?

Você é um bom exemplo?

Você gostaria que seus colaboradores fossem como você?

Se você é um chefe que não tem organização com suas tarefas, não gerencia de forma eficaz sua caixa de e-mails e não consegue listar suas prioridades, provavelmente você está comprometendo o trabalho de toda sua equipe. Afinal, você é o exemplo que eles devem seguir.

Seja um líder organizado, motivador, eficiente e mostre um bom exemplo para sua equipe seguir.

Você delega tarefas?

Você organiza e seleciona os melhores profissionais para conduzir as demandas de sua agência? Ou micro gerencia as demandas de sua empresa?

De forma geral, existem muitos gestores que desejam ter o controle de todas as demandas da empresa. Porém, é impossível, pelo menos em uma agência que tem o objetivo de ser grande, um gestor fazer tudo.

Isso é muito comum quando administradores de agências querem desempenhar, por exemplo, todas as funções do atendimento publicitário com o receio de que um dia o profissional de atendimento saia da agência e leve consigo os clientes que atendia.

Porém, é preciso ter uma visão ampla quando o objetivo é impulsionar a agência crescer. Se o serviço da empresa não for padronizado e ela não conseguir oferecer um outro profissional com a mesma qualidade, leia mais sobre Gerenciar Processos e Padronização, existe realmente uma possibilidade de que um dia o atendimento abandone a agência e leve consigo alguns clientes. Por outro lado, existe a certeza de que se você não delegar e confiar em seus profissionais, a sua agência provavelmente terá o crescimento comprometido.

Diante disso, é preciso que o administrador controle os dados, performance, desempenho e resultados e não que foque em funções operacionais e táticas. Por isso, é necessário que o gestor delegue as tarefas para profissionais capacitados, além, claro, de confiar neles.

Você se vê trabalhando em sua agência daqui a 20 anos?

Se você não se vê, provavelmente não acredita em seu próprio projeto.

Se você acredita que daqui a 10 ou 20 anos a sua agência poderá não durar, existe algum equívoco no modo como você enxerga seu projeto e isso poderá resultar na concretização do seu pensamento.

Você precisa acreditar para que seus colaboradores confiem em você e em sua empresa. O trabalho de sua agência precisa fazer algum sentido em sua vida. Você precisa acreditar em um ideal maior, em um sonho de crescimento, na importância do trabalho de sua agência, para que esteja sempre motivado e consiga convencer as pessoas do potencial de seu projeto.

Você sabe conquistar de forma pessoal e demandar de forma impessoal?

É importante que seus colaboradores se afeiçoem por você. Mas, você sabe demandar as tarefas de forma que eles não se sintam chateados pessoalmente?

Nas agências de publicidade é comum uma hierarquia flexível. A figura do chefe superior, distante, de roupas incrivelmente formais não é tão constante. Porém, é preciso que o gestor entenda que, apesar da informalidade e da amizade que pode desenvolver com seus funcionários, ele não pode perder “a capacidade de delegar, de ser compreendido e atendido”.

Por outro lado, que pode acontecer quando o gestor exagera na pessoalidade é a má compreensão dos colaboradores quando delegadas algumas tarefas. Muitos podem “levar para o lado pessoal” algumas decisões do administrador que deveriam ser acatadas de forma impessoal.

É muito importante estreitar os laços com os colaboradores, isso porque geralmente quanto mais afeiçoados por seus gestores, com mais qualidade os funcionários desempenharão suas atividades. Mas é também é imprescindível sempre equilibrar a pessoalidade com a impessoalidade. Seja amigo dos seus funcionários, mas não os deixe esquecer quem é o líder.

Você valoriza as iniciativas de seus colaboradores?

Você os valoriza ou barganha os benefícios de seus colaboradores, como as comissões?

Alguns gestores podem ter atitudes um pouco questionáveis quando se trata de recursos humanos. Por exemplo, reduzir o valor de um colaborador quando acha que ele “está se achando”; ter medo de o funcionário estar se desenvolvendo demais e acabar saindo da agência; ter receio de ser substituído por outra pessoa; barganhar comissões de direito para reduzir os custos de sua agência; não direcionar os créditos aos colaboradores que tiveram boas ideias, o comentado “roubou minha ideia”; etc.

Essas atitudes são bem comuns. Elas agridem diretamente a autoestima do colaborador e os fazem se sentir desvalorizados. No entanto, o gestor deve entender que o resultado dessas ações podem contribuir diretamente para o desenvolvimento de um mal trabalho desses funcionários. Afinal, uma pessoa desvalorizada é menos produtiva. É o que o sábio Henry Ford citou: “Só há uma coisa pior que FORMAR colaboradores e eles partirem… é não os FORMAR e eles permanecerem”.

Você é organizado ou sempre está com a caixa de e-mails lotada?

Você precisa se organizar para conseguir tomar decisões tranquilamente.

Além de mostrar um bom exemplo aos seus colaboradores, organizar suas tarefas, sua caixa de email e sua rotina é sinal de que você sabe o que quer e entende onde quer chegar.

Quando um gestor é mal organizado, ele tende a não ter controle das demandas da agência e se sentir ansioso e inseguro. Quando nesse estado, o administrador inclina-se a tomar decisões equivocadas, baseadas na ansiedade e emoção.

Por isso, organize-se e planeje sua rotina. Priorize as tarefas importantes. Faça um controle de rotina para si mesmo, como um tráfego próprio.

Você investe em cursos e softwares para aperfeiçoar o serviço prestado a seus clientes? Ou sempre pensa em reduzir custos?

Sabemos que o mercado publicitário é um tanto enxuto. A sobrevivência das agências de publicidade é colocada em teste o tempo todo. Sabemos disso!

Mas também sabemos que o mercado, de forma geral, tem sede cada vez mais ardente por inovações. Por isso, não pense que estudos, cursos e softwares são custos. Pense neles como investimentos. Foque em aperfeiçoar, se diferenciar e oferecer algo inusitado aos seus clientes. É dessa forma que se passa no teste de sobrevivência!

Se você soube que seu concorrente não entrega os Jobs no prazo, contrate um software que organize seu fluxo de trabalho para que consiga disponibilizar os Jobs antes dos prazos dos clientes. Se o concorrente está oferecendo um valor menor, proponha ao seu cliente uma forma de pagamento baseada em performance e resultados obtidos através de suas ações estrategicamente elaboradas. Se seu concorrente está oferecendo um serviço inovador, ofereça algo mais à frente! Sempre! Mas não reduza seu preço. Porque reduzindo seu preço, você reduz o seu valor.

Você organiza os fluxos de trabalho para que os prazos não extrapolem e as informações não se percam?

Como o atendimento publicitário é notificado quando um job está pronto? Há procedimentos internos que determinam como serão desempenhadas as tarefas ou cada profissional executa suas ações de uma forma diferente, mesmo que as tarefas sejam semelhantes? Um atendimento envia um briefing mas o outro tem um modelo diferente e os criativos ficam confusos?
Não vou citar mais problemas porque um fluxo de trabalho desorganizado oferece inúmeros equívocos e eu poderia elaborar uma postagem só citando os malefícios que essa desorganização faz. Vamos focar aqui na solução, então!

Todos os funcionários de sua agência precisam estar alinhados. Todos os atendimentos precisam acompanhar um padrão, dessa forma, o “bom atendimento” não será do profissional. E sim, da agência como um todo. Para isso, gerencie processos internos em sua agência.
Quanto aos criativos, é preciso elaborar um procedimento de como devem notificar os respectivos atendimentos das peças criadas. Nada de um criativo avisando por Whatsapp, o outro por email e o terceiro através de um telefonema. O seu atendimento publicitário deve saber como será notificado da finalização do job para que ele esteja atento ao veículo do procedimento de notificação.

Foram citados os fluxos de trabalho entre atendimento e criação, mas é preciso alinhar o ciclo de todos os departamentos, desde o financeiro até o atendimento. Reserve um tempo para planejar e organizar o fluxo de trabalho ideal. Não esqueça de integrar todos os departamentos de forma eficiente. Se necessário, faça a contratação de um software e profissionais qualificados para conduzir esse fluxo.

As respostas de Bons Gestores

 


Autor Convidado – Maria Eduarda Paschoal
Analista de Marketing do iClips

O iClips é um Sistema que dá suporte a todas as atividades executadas na agência de publicidade. São funcionalidades facilitadoras, que vão desde a organização da carteira de clientes, até a análise da rentabilidade de cada um, passando por todos os processos operacionais como contratação de terceiros, controle de prazos, planejamento de mídia, cotações, etc. Acesse nosso blog. Conheça o iClips.

COMENTÁRIOS

WordPress: 0